Publicado em Comportamento, Desabafos

Reflexo de relacionamentos anteriores

large

A pior experiencia que eu tive em meus dois relacionamentos anteriores foi a traição, traição que ocasionou o rompimento dos dois, traição que causará o rompimento do próximo.

Quando entrei em meu atual relacionamento, eu entrei por confiar 100% em meu namorado, mas com o passar do tempo qualquer atitude suspeita se torna o suficiente pra eu poder cismar. O pior de tudo é o fato do medo enorme que eu tenho é de estar errada sobre tudo.

Eu fui a pessoa mais errada do mundo em dar todo o amor que eu sempre quis dar a qualquer pessoa ao meu atual namorado, pois isso me tornou completamente dependente dele, a ponto de não conseguir ir pra lugar nenhum sem ele. Eu infelizmente fiz o meu mundo girar em torno dele, a ponto de não gostar mais de sair sozinha, qualquer lugar que eu vá, eu quero que ele esteja comigo. Isso vem me fazendo muito mal.

Nos meus relacionamentos anteriores eu não tinha tanta vontade de estar próxima de meus ex-s namorados, do contrário, eu tinha vontade de ficar longe deles, inclusive do meu ex namorado. Mas com meu atual namorado é diferente, eu sinto uma falta dele enorme e talvez isso se ocorra porque ele consegue ser mais ausente na minha vida do que eu na dele.

O pior é que as ausências dele me causam desconfianças desnecessárias, isso tudo por causa de meus relacionamentos anteriores.  Eu não consigo confiar 100% em meu namorado quando ele sai com os amigos, leva horas pra me responder ou ele simplesmente está em casa, eu sempre fico: será que ele está em casa mesmo? Essa é a pior sensação do mundo. Eu não diria que seria ciumes porque ele não me dá motivos pra isso, seria desconfiança mesmo. Uma pessoa que foi traida cruelmente duas vezes, é normal ficar assim, ou não.

O que me dói é que essas péssimas experiencias vem me tirando o sono e me enchendo de lágrimas. Não consigo ficar um dia sem pensar na possibilidade de que ele possa me trair, mesmo tendo provas concretas de que ele jamais faria isso. O problema em si não é ele, e sim eu. Minhas experiencias me trouxeram um trauma que eu terei que carregar sempre ou me tratar, pois se eu não der certo com ele, com o próximo eu terei a mesma desconfiança. Não quero fazer a namorada louca controladora, isso pra mim não é legal.

Espero que um dia ele me perdoe, por ficar passando o dia todo pensando na possibilidade de que ele me trai ou não está em casa, mas infelizmente eu sempre irei desconfiar disto. Nunca vou me esquecer no reveilon quando eu dormi no colo dele e acordei por medo de em quanto eu dormia ele simplesmente beijar alguém. Sim, eu estou paranoica e isso é culpa dos meus relacionamentos anteriores.

Anúncios
Publicado em Crônicas, Desabafos

Quando a sua mãe está sofrendo

large (2)

Ultimamente eu tenho vivido a pior experiencia da minha vida, a de ver a minha mãe sofrer. É algo que eu não desejo ao meu pior inimigo, é uma sensação muito ruim e angustiante, pior ainda é saber que você simplesmente não pode fazer nada.

Desde que eu me entendo por gente, a minha mãe é uma pessoa cheia de problemas, alguns ela tem a coragem de se abrir para contar e outros ela guarda pra ela, respeito super a privacidade dela a respeito disso. Nunca enxerguei felicidade nos olhos da minha mãe, na verdade eu descobri que eu sou a a única pessoa que a deixa feliz.

O que tem me deixado bem triste esses últimos dias é saber que ela está sofrendo por coisas que ela fez e não deveria ter feito. Ela pode até não chorar na minha frente, mas eu sei que ela está bem triste e pra piorar toda a situação, a minha mãe se encontra recém-operada de um dos 3 nódulos que ela tem para tirar dos seios.

Ultimamente toda essa situação me fez perder toda a animação que eu tenho pra qualquer coisa.  As vezes do nada eu estou até bem, mas do nada eu simplesmente fico parada e séria. Minha vida nos últimos tempos não tem sido nada fáceis também.

É a pior sensação do mundo ver a minha mãe sofrer e eu saber que eu não posso fazer nada pra ajudar ela. Me sinto péssima, improdutiva e muitas vezes até culpada por ela estar assim e eu não ter nenhuma solução e olhe que geralmente eu encontro sempre soluções.  É uma sensação muito ruim ver a minha mãe entregue a depressão e mais triste ainda eu não consegui disfarçar o quanto isso vem me afetando e ela está percebendo e ela piorando.

Quando eu encontrava minha mãe deitada na cama geralmente era devido ao cansaço dela no trabalho, mas eu a vejo deitada na cama aflita, triste e algumas vezes escondendo as suas lágrimas de mim. Ela gosta de ficar sozinha, ouvindo os louvores da igreja e bem triste. Aquelas músicas bem melancólicas de chorar.

Como se não bastasse todos os problemas de saúde que ela vem passando, ela ainda tem que passar por problemas emocionais. Foi triste ver a minha mãe indo pra emergência por pressão alta devido ao seu emocional.

Ver a minha mãe sofrer tem sido a pior experiencia que eu já passei na minha vida, eu nunca imaginei ser afetada por uma tristeza tão profunda. Olhe que eu passei tempos fazendo tratamento pra depressão, mas ainda assim. Nada se compara a ver a minha mãe na situação que ela está. Eu não desejo isso para ninguém. E por favor, cuidem sempre da mãe de vocês, nunca as abandonem por nada. E se sua mãe estiver passando por uma tempestade, não saia do lado dela e ore muito para que ela saia da situação.

 

Publicado em Comportamento, Crônicas, Desabafos

Tudo, absolutamente tudo vai passar um dia

large

De uns tempos pra cá venho aumentando de uma maneira aterrorizante a quantidade de pessoas do meu ciclo de amizade que vem sofrendo por algo. O problema está que essas pessoas são todas pessimistas assim como eu fui há um tempinho atrás, mas o que está faltando nelas e em todas as pessoas que sofrem por alguma coisa, chama-se fé.

Nada, absolutamente nada é eterno. Ninguém irá sofrer para sempre, nem ficar desempregado para sempre. Você um dia vai conseguir concluir os seus estudos, os seus irão se realizar sim. Mas vocês tem que entender que não é no seu tempo.

Sofrer é muito ruim, muito ruim mesmo e eu sei bem o que é isso. É triste ficar chorando, ver seus planos ir embora e não poder fazer nada. É complicado querer muito ter uma coisa e não poder, muitas vezes por não ter condições financeiras de arcar. É frustrante ir em uma entrevista de emprego e não receber nenhuma satisfação ou na verdade nem ser chamada para uma sendo que você colocou o currículo em umas muitas. Mais triste ainda é saber que nossos pais estão sofrendo por algo e você não pode fazer nada.

A tristeza e angustia são coisas passageiras. Pode demorar, demorar até anos, mas não é eterno.

Um dia você sorrir. Acredito que assim como eu, vocês já tiveram épocas muito felizes na vida de vocês. Uma época em que preocupação não existia e estava tudo OK. Dias bons vem e vão assim como dias ruins. Toda luta tem a sua vitória. Você não está estudando a toa, as noites que vocês estão virando pra concluir trabalho/projeto ou o que seja será recompensada lá na frente, acreditem.

Chorem bastante, mas chorem muito.  É normal a gente chorar, se sentir fracassado e achar que nada vai dar certo. É chato demais ficar esperando o famoso tempo e a “nossa vez”, mas chega.

Em hipótese nenhuma desista dos seus sonhos ou deixem que as pessoas tirem o seus sonhos. Deus tem planos maravilhosos na vida de vocês e quando o seu dia chegar, você não vai acreditar, você vai achar que está sonhando, mas na verdade você não vai estar sonhando e sim vivendo o seu sonho.

Tudo vai passar, acredite nisso e medite isso todos os dias. Tudo vai passar e vai dar certo.

Um milhão de beijos!

 

Publicado em Comportamento, Desabafos

A obrigação de sempre estar linda

large (10)

Se tem uma coisa que eu odeio é ser obrigada a fazer qualquer tipo de coisa que eu não esteja afim. Como diz a minha mãe, sou a rebeldia em pessoa, mas eu sou mesmo. Eu odeio me sentir na obrigação de fazer algo, inclusive se for pra agradar alguém, inclusive as vistas de alguém.

Comecei a utilizar meu cabelo estilo joãozinho em 2015 e desde então não parei mais, por razões de: Eu me acho incrível assim e fora a praticidade. Mas desde que eu utilizei meu cabelo assim, eu comecei a ser obrigada a estar sempre linda e parecendo uma mulher???????????

Até porque na concepção das pessoas, pelo simples fato de meu cabelo ser curto, eu automaticamente pareço um menininho……………………

O que me levou a fazer este post foi a indignação que eu tive com uma tia minha, em plenas 8h da manhã de um domingo veio reclamar do meu cabelo que ele estava FEIO. Que tipo de pessoa 8h da manhã de um domingo, pós-piscina no dia anterior, iria estar com o cabelo impecável? Só se a pessoa tiver um cabelo bem liso, contrário do meu que é bem crespo. Mas está não é a primeira vez que ela questiona minha beleza ou meu cabelo, ela sempre questiona isso. E eu imagino que muitos de vocês devem ter um parente inconveniente assim e isso me fez fazer um desabafo até pra ajudar vocês.

Primeiramente, vocês não tem obrigação de estar arrumada todos os dias, porque linda vocês já são. 

Se afaste de parentes assim, evite contato, é sempre bom… Principalmente se você for pavio curto. Porque quando um parente seu abre a boca pra falar que você tá desarrumado ou seu cabelo tá feio, você tá gorda e etc… Ninguém FALA NADA PRA REPREENDER A PESSOA, mas no dia que você se invocar e disser umas coisas, todo mundo vai se rebelar pra REPREENDER VOCÊ. Sendo que você simplesmente já atingiu o seu limite de paciência com aquela pessoa.

Nunca se esqueçam que somos todos maravilhosos, lindas e cheia de alegria por dentro. Independente das cobranças estéticas que nossos familiares e a sociedade se achem no direito de nos impor, não abaixem a cabeça. Se quer sair arrumada saia, se não quer se arrumar, saia também. Você não nasceu pra agradar parentes, amigos e etc… Você simplesmente nasceu pra ser feliz.

Não caiam nesses comentários estúpidos de familiares que só fazem deixar a gente pra baixo. Confiem em si, acima de tudo. Mostre a diferença que você é naquela meio, se eles não te aceitam como você é, azar deles.

Publicado em Crônicas, Desabafos

Fechada para o amor

sadgirl

Outro dia eu me questionei do porque eu peguei a chave do amor e joguei ela bem longe, a ponto de ninguém conseguir encontrá-la pra poder abrir meu coração e conseguir despertar o amor em mim. Só então eu me dei conta de que só eu sei aonde existe esta chave e só eu posso conseguir abri-la para que alguém consiga despertar o amor dentro de mim.

Não estou fechada para o amor, mas é o que parece. Eu na verdade, estou fechada para futuras decepções amorosas, pois quando eu tentei abrir meu coração da última vez não deu muito. Na verdade eu não fui correspondida o quanto eu achei que seria. Acabou sendo meio conturbador. Inclusive pra mim, que havia dito que não ia mais querer namorar com ninguém.

Eu já quebrei muito a cara, pense em uma pessoa que já quebrou muito a cara? Então, eu também. Eu vivo quebrando a cara quando o quesito é relacionamento e é por razões que muitas vezes nem eu sei explicar, mas sei que muitas vezes eu sou a culpada. O mais engraçado é que nem eu consigo realmente entender o porque as coisas acontecem. E para não me decepcionar ou terminar de estragar tudo, eu acabo simplesmente me fechando e perdendo a chance de amar e ser amada.

Mas é tudo meio contraditório… Eu simplesmente adoro evitar as coisas, então eu simplesmente me acomodo. Assim como neste exato momento da minha vida, eu prefiro ficar sozinha do que entrar em um relacionamento e me decepcionar. O pior é que eu esqueço do que eu sempre digo a respeito de seguir em frente e poder dar uma chance. Pelo menos tentar, se não der certo pelo menos tentou e rendeu uma história.

E se… Eu me abrisse para o amor novamente? Como seria? Talvez a minha história fosse diferente, talvez eu simplesmente perca todas as paranoias existentes da minha cabeça ou eu descobrisse que nem tudo o que é parece.

Talvez eu devesse pegar essa chave e eu mesma abrir meu coração, deixar as portas dele abertas pra quem quiser entrar e conhecer ele, e me conhecer também. Eu simplesmente deveria tentar de novo como nas últimas vezes, talvez dessa vez eu realmente acertasse na visita… Vai que a visita dessa vez resolve juntar os trapinhos e morar aqui?

 

Publicado em Desabafos

Algo sobre vácuos…

large-12

Uma das certezas que eu tenho a respeito de vácuos é que todo mundo odeia tomar vácuo, principalmente de uma pessoa qual você está gostando, não existe nada pior. Mas muitas vezes julgamos aquela pessoa que nos dá vácuo, mas quando abrindo o whatsapp ou o messenger, nós nos damos conta da quantidade de vácuos que já demos. Vácuo dói e muito.

Eu, sinceramente falando não suporto e inclusive tenho trauma. Pois uma vez o meu primeiro namorado me deu um vácuo de dois dias. Foi triste e a retardada aqui chorou muito  e se sentiu culpada.

Gente não tem nada pior do que você tomar vácuo. Mas sinceramente falando o vácuo termina sendo maneira de dar um gelo naquela pessoa que você não tá afim mas não tem coragem de dizer, prefere ignorar do que mandar a real dizendo “Olha cara, eu não quero nada sério com você”. Isso é foda.

Mas o pior vácuo que existe na face da terra, é o vácuo de quem você está flertando. Porque você não sabe se a pessoa tá te achando um incomodo ou se a pessoa realmente não está afim de responder. Você cria um milhão de paranoias na sua cabeça a respeito de tudo.

Se você estiver na fase de ficar com alguém, por favor, não dê vácuos. Dói.

Outra coisa absurda a respeito de vácuos é quando você faz uma pergunta muito importante pra uma pessoa e ela simplesmente não responde. Quando você vai ver, a pessoa já tinha visualizado, tava online e podia simplesmente responder. Pior de tudo é a cara de pau da pessoa de chegar depois e dizer “Esqueci de te responder, foi mal”

Não seja essa pessoa.

Um vácuo que me irrita é quando você combina de sair com a pessoa, manda mensagem, telefona, escreve até no céu: Que horas a gente vai? A pessoa simplesmente demora de responder, e só responde já em cima da hora, daí tu tem que se arrumar as pressas, chega tarde e ainda dizem que tu tá atrasada. Gente, isso é um saco.

Se você for assim, não chame uma pessoa pra sair. 

Por favor, não demorem de responder alguém. Se não quiser responder e nem conversar, simplesmente diz: Hoje eu não estou em um bom dia. Mas não deem vácuo não. Vocês não tem noção nas paranoias que o ser humano é capaz de criar quando se trata de vácuo. Se passam mil coisas na mente de uma pessoa, isso meche até com a auto-estima da pessoa, pasmem. Apesar de que, é foda tratar alguém da maneira qual a gente nunca quer ser tratado.

Ser sincero é sempre bom.

E o mais importante… Talvez a pessoa não esteja tão afim de você o quanto você acha. As vezes a pessoa simplesmente não quer conversar ou te deixou ali na geladeira. Aceite e bola pra frente.  Em quanto alguém te dá um vácuo, tem outra pessoa do outro lado esperando ansiosamente uma mensagem sua, e acredite, os olhos dela brilham. Não se humilhem, valorizem-se!