Publicado em Comportamento, Desabafos

O que você quer ser?

large-3

Acho que eu cheguei na síndrome dos 20 e poucos anos, estou em uma fase qual eu estou me sentindo absurdamente perdida na minha vida. Cheguei ao meu “último” semestre na faculdade e eu estou querendo saber pra que lado eu vou na minha vida.

Eu amo escrever, eu adoraria ser uma escritora, ajudar as pessoas através de conselhos meus, experiencias e entre outras coisas, mas é complicado conseguir lançar um livro e eu não sou uma blogueira super hiper mega ultra power famosona, popstar, rainha da net pra lançar um livro.

Eu resolvi escrever este texto exatamente para me questionar, o que eu quero ser? E eu continuo com a mesma dúvida na cabeça, eu não sei o que eu quero da minha vida profissional. Mas eu quero muito poder ajudar as pessoas. Trabalhar em uma ONG, virar professora de adolescentes, ajudar pessoas necessitadas, eu dou muito pra isso, sou coração mole pra pessoas que precisam de ajuda.

Estou me formando no curso de design de interiores, a minha paixão. Na verdade eu amo decorar mesmo no the sims, olhem… Eu nasci mesmo é pra jogar Dota sabe? Ser campeã do The International. Verdades a parte, vou tomar meu choque de realidade. Eu sinceramente falando estou me sentindo absurdamente perdida. Talvez seja frustração com a profissão qual eu dediquei anos e a desmotivação ocasionada pelo meu tcc.

Eu estou aqui de boas, sentada no sofá e pensando, o que eu quero pro meu futuro? O que eu vou realmente ser daqui a alguns anos? Eu me encontro em estado de choque e sem saber o que fazer. Porque cá entre nós, eu nunca tive aquele sonho profissional que todos tem, eu simplesmente não tive, só sei dizer que eu amo muito artes e decoração.

Eu sei que é complicado de inicio as pessoas aceitarem nossas escolhas profissionais, mas o importante mesmo é não desistir. Sempre façam aquilo que vocês gostam muito e não se imaginam fazendo outra coisa além disso. Junte seus talentos, busquem mais conhecimentos acerca e melhorem essas habilidades. O que importa é ser sempre quem você é.

Olhem… Se vocês trabalharem e fizerem aquilo que vocês amam, vocês irão ser maravilhosos profissionais e jamais irão se frustar com a vida. Vocês irão aprender a trabalhar com amor, vocês irão se dedicar e são capazes até de irem mais além do que imaginavam ser.

Nunca deixem de ser quem vocês são, e sejam sempre tudo aquilo que vocês querem ser. Não desistam dos seus sonhos por nada e nem por ninguém.

A minha psicóloga me recomendou fazer o que eu gosto, foi ai que eu resolvi me jogar de cabeça novamente aqui no blog, porque eu simplesmente amo escrever e passar algo pra vocês e eu tenho conseguido e muito.

O que vocês querem ser?

 

Anúncios
Publicado em Comportamento, Desabafos, Música

Saudades do tempo…

large-6

“Dos velhos momentos, dos anos passados que foram com o vento. Sorrisos, lembranças, belos sentimentos de transformações e de renascimentos.”

Há um tempo atrás, eu estava escutando umas músicas aleatórias no youtube, até que eu conheci uma música chamada: Saudades do tempo, do grupo Maneva e desde então sempre que eu ouço essa música me vem uma nostalgia inexplicável, até pelo fato da letra da música ser maravilhosamente linda e passa uma mensagem inexplicável. Mas hoje quando eu ouvi essa música, eu senti uma inspiração absurda pra poder escrever algo…

Eu sou uma pessoa muito nostálgica e se der asas ao meu pensamento, eu vou lembrar de coisas bem antigas e de épocas maravilhosas na minha vida. Na verdade, esta música me lembra momentos maravilhosos da minha vida e também me lembra de momentos que eu imaginei viver mas eu nunca vivi.

Quanto mais velho a gente vai ficando, mais nostálgico a gente fica, porque a gente percebe e sente que o tempo tá passando. Que você já não é mais tão jovem quanto pensa. Muitas vezes eu fico me questionando o quanto eu não aproveitei a minha vida, sentada na frente de um computador, eu não tive muitas aventuras quando adolescente, mas desde que entrei realmente na fase adulta, eu venho tendo muitas. Me sinto adolescente, coisa que eu nem mais sou.

Mas não posso reclamar da minha adolescência, ela foi maravilhosa de um jeito tosco, mas foi uma fase maravilhosa da minha vida. E era uma fase que eu achei que nunca iria passar, mas veja só… Passou e mês que vem eu completo 22 anos.

O tempo ultimamente tem passado muito rápido, me dei conta disso também quando eu fui na formatura do ensino fundamental I da minha prima, nossa há 10 anos atrás era eu saindo do fundamental I e indo pro II e agora é a minha prima que nem sonhava em nascer.

Me bateu uma coisa no coração que eu sinceramente fiquei emocionada e engoli o choro, porque naquele exato momento eu me dei conta do quanto eu tinha crescido, de tantas coisas que eu tinha passado depois dali. Me deu uma saudade do pessoal da escolinha, daquela época e da felicidade de estar indo pro 6° ano, que nossa… O tempo passou, e passou sem eu “sentir”.

Atualmente eu tenho 21 anos, estou escrevendo aqui, eu criei aqui, eu tinha uns 16 pra 17 anos, o Just M maybe tem anos, e eu até hoje não acredito no tanto de leitoras que tem aqui, a quantidade absurda de e-mails que eu recebo com pedidos de ajuda, conselhos e luz na vida. A página tem mais 300 curtidas, o site já tem quase 500 mil visualizações no total e olha eu aqui…

Eu criei esse site querendo expressar sentimentos meus para as pessoas e eu continuo passando. O blog pode não ser famoso, mas eu já ajudei muita gente que nossa… Conheci pessoas maravilhosas, mas eu sou muito feliz escrevendo aqui. Eu era feliz até quando tinha 15 curtidas na page e nenhum comentário.

Eu amadureci tanto de todo aquele tempo que criei o site pra cá, até no quesito escrita e vocabulário. No quesito aparência, personalidade, no quesito tudo

Gente, o tempo tá passando rapidamente. Talvez seja por causa da volta de Cristo, isto é bíblico. Não estou aqui pra pregar nada pra ninguém, apenas comentei mesmo. Mas nossa, eu vou fazer 22 anos mês que vem, estou prestes a concluir a faculdade, daqui a uns tempos talvez eu esteja falando que irei casar, ou que estou grávida e compartilhando tudo com vocês. Eu não sei o que será noticia nos próximos anos.

Ignorei a vida adulta por bastante tempo, porque eu acreditava que não era legal, mas eu descobri mil maravilhosas sobre ser adulta, mas não deixo de sentir saudades de vários tempos da minha vida. Mas cheguei a conclusão que não adianta eu ficar lamentando e sentindo saudades do tempo, eu tenho que curtir e aproveitar este meu tempo, porque daqui há alguns anos eu vou sentir saudades desse tempo.

A gente tem é que ser feliz, viajar, curtir, aproveitar, namorar, amar, beijar, comer, e fazer tudo o que quisermos no nosso tempo, agora, hoje e amanhã. A gente pode sentir saudades, mas a gente pode fazer dias inesquecíveis atualmente. Como diz um trecho da música maravilhosa de forfun “Tudo, vai virar passado no futuro”. Comecei com maneva e terminei com forfun. Mas aproveitem muito a vida de vocês, todos os dias, sem ter medo, sem pensar no passado. Guarde as lembranças boas e faça novas lembranças na vida de vocês.

Vale muitíssimo a pena ouvir a música, caso não conheçam =)

 

Publicado em Comportamento, Crônicas, Desabafos, Dicas

Eu nunca vou conseguir um emprego

large-5

 Hoje mais cedo eu e uma amiga resolvemos sair pra poder tomar sorvete, até que ela comentou comigo que estava desempregada e não aguentava mais continuar naquela situação até pela sua idade. Me contou que se sentia muito mal por não poder colaborar nas despesas diárias, aquilo me cortou o coração. E eu me lembrei da situação atual do país aonde existem diversas pessoas tais como a minha amiga, sofrendo em algum lugar. Espero que leiam tudo o que eu vou dizer a seguir.

Minha amiga ama cabelo colorido, e é que nem eu, não sabe se vestir muito bem, na verdade, ela se veste do jeito dela, só que de uma forma mais geek, convenhamos. Ela me contou que já foi chamada pra diversas entrevistas de emprego, e não passou em nenhuma, fora os currículos que ela manda e nem recebe um sinal de alerta. Ainda me contou que o único emprego que conseguiu na vida foi graças a uma amiga. Ela me contou que atualmente está com a paranoia de que nunca vai arranjar um emprego, por não ter um perfil adequado para trabalhar em uma empresa.

Acredito que os locais qual ela procura emprego que não tem perfil pra aceitá-la. Mas sei que isso é a realidade de muitos jovens, e por um tempo foi a minha realidade. Eu realmente passei longos meses da minha vida acreditando que eu nunca iria encontrar um emprego por não ter perfil suficiente e nem capacidade. Mas depois eu passei a valorizar a pessoa qual eu era… Me especializei, fiz cursos, me dediquei mais aos estudos e pronto. Eu agora consegui trabalhar na minha área, depois de muito, mais muito suor e lágrimas mesmo.

Confesso que o tempo que eu fiquei sem trabalhar, eu lembrei em soltar minha criatividade pra ganhar uma grana extra, tais como: Eu vendia bolos de pote, compotas, brigadeiro e truffas, pra poder ter o meu próprio dinheiro. Eu lembro-me quando eu vi um outdoor escrito: Em tempos de crise, crie. Aquilo me motivou e me inspirou super. Já que não tem emprego, eu vou fazer o meu “próprio”.

Estimulei ela a escrever, gravar vídeos e até vender coisas. Gente, vocês não tem ideia o quanto o comércio no quesito alimentação dá dinheiro. Mesmo com a crise, o setor de restaurante talvez tenha sido o que menos sofreu com a queda, até porque ninguém deixa de comer né?

Queria deixar esse recadinho para vocês, em tempos de crise, crie. Se você não foi aceito em uma empresa, bola pra frente que logo logo tem algo melhor pra vocês e outra coisa… Tudo bem que é absolutamente importante sermos sempre nós mesmos, mas muitas vezes devemos deixar de lado algumas coisas da gente, pra poder “agradar” um pessoal do RH. Usar maquiagem, arrumar o cabelo ou usar uma roupa “formal” não vai fazer você deixar de ser quem é… É apenas um jeito de se adaptar. Até porque um ambiente de trabalho é um local que requer mudanças. Aquela famosa frase “dance conforme a música”, e acredite vocês conseguem.

Aproveitem o tempo desempregando, fazendo cursos online, aperfeiçoando, estudando, pois o mercado de trabalho requer muita, mais muita competência mesmo. E não fiquem grilados com empresas que exigem experiencia, volta e meia aparece sempre oportunidades para trainee(pessoas recém-formadas ou prestes a formar), estágios, jovem aprendiz e entre outras modalidades que requer pessoas sem experiencia.

Vocês assim como a Isabella vão conseguir um emprego sim, não desistam, acreditem sempre em vocês mesmo. O melhor está por vir, não fiquem tristes com isso, vocês são absurdamente capazes de tudo.

Publicado em Comportamento, Desabafos, Dicas

Afaste-se das energias negativas

large-2

Eu nunca fui uma pessoa de acreditar muito em poder de energia, conspiração ou qualquer outra coisa, mas sinceramente falando? Eu agora acredito, mas no poder da energia e de atração, porque eu ainda continuo não acreditando em astrologia.

Aprendi uma coisa que se chama: Ficar calada ou contar seus planos para Deus. Pois se você conta demais da sua vida e os seus planos para pessoas que estão dispostas a torcer pelo seu fracasso, acredite… Acontece.

Eu achava que era besteira, até eu perceber que eu estava falando demais. O que ocorreu com o meu TCC… Nossa, Deus e o mundo sabia do meu tcc, que eu iria apresentar, absolutamente tudo, eu só vivia falando na droga do meu tcc, eis que o meu tcc foi barrado na banca e o que aconteceu? Nota baixa e reprovada em mais 3 matérias… Foi ai que eu realmente me dei conta de tudo…

Eu percebi que eu estava falando demais!

O poder da energia de um ser humano maligno, é que nem o nosso poder do pensamento, da nossa força de vontade.  Parece que o ser humano junta toda a carga negativa existente dentro de si e joga naquela pessoa, torce contra, faz promessa e ainda por cima fica absurdamente feliz com o fracasso.

Aprendi a guardar mais ainda os meus planos, ficar mais na minha e deixar tudo acontecer. Não criar mais expectativas perante a nada, observar e analisar mais as minhas companhias. Eu aprendi também que o que acontece comigo, tem que ficar comigo e o que está pra acontecer na minha vida também.

As pessoas possuem um sentimento chamado inveja, além de inveja matar, a inveja afeta. Apesar de que muitas vezes não é inveja, é apenas uma implicância mesmo. As vezes você simplesmente não gosta da pessoa e quer que tudo na vida dela dê errado pra que assim você fique feliz com a derrota. Não sejam este tipo de pessoa, por favor.

Pensem sempre positivo, atraiam coisas positivas pra vida de vocês, não saiam por ai contando os seus planos para todo mundo. Guardem suas conquistas e sonhos para ti e seus projetos também. Mas também torçam sempre pela felicidade do outro, pra que o que o outro está conquistando, e torça sempre pra que tudo na vida das pessoas deem certo, independente de qualquer desavença que possa existir, mas sempre… Sempre… Deseje o bem do seu próximo e das conquistas do próximo.

Torça, vibre, chore, se emocione e fique feliz com a conquista do próximo, pois um dia poderá ser a sua também.

 

Publicado em Comportamento, Crônicas, Desabafos

Melhor fase da minha vida

foto

Recentemente a minha mãe me questionou do porque eu não estar me relacionando com alguém nos últimos meses, fiquei pensativa, não dei resposta nenhuma, mas cheguei a diversas conclusões de que fazia tempos que eu não era tão feliz e livre.

Primeiramente eu quis dizer pra minha mãe “Sabe de nada inocente”, mas entendi que o problema era que eu tenho 1 ano já que não tenho nenhum namoro (Graças a Deus) e ela se questionou sobre isso. Sinceramente falando 2016 foi o ano que eu mais passei o rodo, diga-se de passagem.

Independente de estar passando o rodo ou não, eu fui muito feliz com os meus rolos que variavam de 2 meses, 1 semana ou até uma noite/tarde. Eu sentia uma liberdade de escolha e sentia a minha vida com toda adrenalina, coisa que eu sentia falta. Nossa, eu sentia uma falta de me aventurar.

Segundamente, eu queria que a minha mãe percebesse o quanto eu estou radiante e feliz. Eu cresci muito, amadureci bastante e me tornei uma pessoa diferente do que eu era, e eu estou muito orgulhosa de mim mesma.Apesar de passar por muito perrengue em 2016 no trabalho antigo e na faculdade, eu era feliz e as coisas na minha vida deram muito certo. Coisas que eu não imaginava, aconteciam e coisas que eu sonhava, se tornaram realidade.

Era muito legal poder ir dormir sem precisar dar boa noite a alguém, ou ir ao cinema sozinha, sem precisar de companhia. Ir aos meus lugares favoritos sozinha ou ir a balada e dançar até as pernas doerem, nossa, beber… Gente eu era uma pessoa altamente contra bebidas alcoólicas e hoje sou uma cachaceira.

O melhor de tudo, foi conhecer pessoas novas, maravilhosas e que em pouco tempo, ou questão de horas, agregar muita coisa na minha vida. Me permitir me envolver com pessoas que eu jamais imaginaria, ou até matar a saudade de pessoas qual eu já tinha me envolvido. Foi uma fase absurdamente boa na minha vida e salvou o meu 2016.

Nossa, tão maravilhoso você curtir seus amigos, sair com seus amigos, seus familiares, aproveitar mais a vida ao lado de outras pessoas. Ficar jogando até tarde, não ter compromisso de horário com ninguém, dar pt, dormir na casa dos amigos, dar zig na mãe ou até trazer ficante pra casa pra transar em quanto a sua familia viajava.

Eu sinceramente posso dizer que eu tive a melhor fase da minha vida nos últimos tempos e eu espero que dure muito. Dias como hoje que eu passei o dia inteiro no shopping lendo, tomando um sorvetão e depois fui feliz ao cinema, assistir filme e voltei na hora que eu queria porque eu estava nem ai se o bairro aonde eu moro é perigoso e podem levar meu carro a qualquer momento.

 

Publicado em Blog, Crônicas, Desabafos, Meu dia

Resumão 2016

large

Eu andei muito sumida do mês de setembro até agora, por razões de: A faculdade e o trabalho me consumiram extremamente. Eu não tinha tempo nenhum para atualizar e quando chegaram as férias, eu só quis aproveitar, mas eu vou dar um resumo de 2016 pra vocês para que eu possa prosseguir com outras postagens no blog sem deixar vocês desatualizados das coisas…

Janeiro: Meu ano não começou nada bem devido algumas descobertas feitas, iniciei um curso muito legal de Revit e andei dando uns rolês.

Fevereiro: Segunda minha melhor amiga: “Sua carta de alforria saiu”, foi um mês bem tenso e complicado para mim, mas eu fiz o melhor que eu pude, eu segui em frente. Ganhei de presente um porquinho da índia muito maravilhoso e o chamei de Kunkka, desde então a minha vida teve dias felizes.

Março: Eu comecei a trabalhar neste mês, se arrependimento matasse, eu não teria topado ir trabalhar na empresa da mãe da minha amiga, sofri muito lá, piores dias da minha vida, mas pelo menos eu descobri que ela era uma falsa.

Abril: Em abril foi um mês muito louco na minha vida, já superada da bad pós término eu sai pegando geral, uma PUTONA, como diria a minha melhor amiga. E eu não me arrependo, tanto que repeti a dose. Ainda ganhei algo que eu ainda não me habituei que foi um celular, pasmem, eu agora tenho um aparelho celular.

Maio: Conheci o amor da minha vida, mas ele mora em São Paulo. Fiquei um longo tempo apaixonada por ele. Tive uma transa inesquecível com esse cara.

Junho: Estava loucona com as loucuras de final de semestre, mas eu fiquei muito feliz pelo simples fato de lembrar que eu teria dois meses de férias.Foi um mês extremamente conturbado na minha faculdade e mais ainda no trabalho.

Julho: Fiz amigos de verdade, na verdade, de julho até agosto a coisa mais legal que eu tinha feito amigos. Zerei a vida indo ao show do oriente, sem dúvidas um dos melhores shows que eu fui neste ano. Este ano de 2016 eu conheci tanta gente maravilhosa que nossa. Fiquei bêbada também, meu primeiro PT.

Agosto: Foi um mês bem chatinho da minha vida, mas eu estava de férias da faculdade e não do trabalho, o mês qual eu digo que eu só tive tempo pra respirar, perdi uns muitos quilos. Teve show de Nando Reis aqui em Salvador e eu fiquei muito feliz em conseguir ter ido.

Setembro: Realizei alguns sonhos, porém foi um mês extremamente triste… O meu porquinho da índia faleceu e sinceramente falando, eu ainda não superei. O dia mais legalzinho foi um evento que rolou aqui na cidade e teve o show de 3030.

Outubro: Larguei o emprego… Quando meu porquinho da índia faleceu, eu me senti meio desesperançosa da vida e não quis mais saber de nada, tanto que minhas notas na faculdade decaíram por questões de: Meu psicológico estava extremamente abalado. Meu dia feliz neste mês foi o halloween >< Nossa, foi maravilhoso aquele dia.. DEI PT modo hard.

Novembro: Loucura, loucura com isso tudo de TCC, o meu mês de novembro se resumiu a fazer o meu tcc.

Dezembro: Apresentação do meu tcc, planos para 2017… Meu mês de dezembro foi legal, mas foi bem tristinho também, mas pelo menos peguei um solzão. Ganhei o terceiro lugar cosplay na categoria version.

Concluímos que…

  • Meus amigos salvaram o meu ano de 2016
  • Meu porquinho da índia se tornou a minha vida
  • Eu não tive tempo pra nada depois do mês de agosto
  • Meu tcc…
  • Finalmente 2017 chegou
  • Shows, muitos shows, reg e cachaça

Edit: Em setembro eu comecei a jogar RPG de mesa ><