Publicado em Aprendendo a viver sem você, Comportamento

Primeira semana sem você

large

2º dia sem você – Chorei muito na madrugada, sem acreditar ainda no que havia acontecido. Fiquei imaginando como seria a sua vida daqui em diante, mas me toquei que pouco importava para você o que eu estava sentindo. Eu não morava mais na sua vida e não tinha o direito de saber. Tentei ser forte a todo instante e até lavei meu cabelo. Quando eu vi o doce que havia feito na geladeira para você, me senti tão estupida e idiota. Você abaixou a minha auto estima e eu perdi a minha felicidade em questão de minutos. Dormi muito, pra parar de pensar em você, mas eu tive que acordar.

3º dia sem você – Eu te vi mesmo que você negue mas eu te vi. Eu tinha certeza que era você, no shopping e de roupa azul. Tentei até blefar, te chamando de rápido, mas você disse que não era você e jogou uma conversa de cão sem dono pra cima de mim. Deixa pra lá, mas aquilo doeu pra caramba. Lembrei que cheguei a chorar no shopping, em casa e antes de dormir. Foi uma segunda muito triste, dói muito imaginar você nos braços de outras, mas eu sei que é isto que você está fazendo e sempre soube que isto iria acontecer.

4º dia sem você – Comecei a ler um livro, que lembra muito a nossa história. Cada personagem tem um pouco de você e confesso que o livro está me ajudando um pouco. Não me lembro de ter chorado, mas me lembro de ter pensado em você. Na verdade, eu penso em você da hora de dormir até a hora que eu acordo e isto me dói muito. Você me mandou uma mensagem sobre lembrar, muita coincidência, mas é castigo para mim.

5º dia sem você – Sempre que pego ônibus, fico olhando para sua porta. Na esperança de que talvez você esteja ali. Ainda fico assustada, não sei mais o que é rir de verdade e parece que você sugou a minha felicidade. O livro que estou lendo, me faz muito bem e mal ao mesmo tempo. Ao mesmo tempo que ouço sábias palavras motivadoras da Piera ( personagem do livro qual estou lendo ), eu me sinto mal por não conseguir por elas em prática. Eu agradeceria se você parasse de me mandar sms.

6º dia sem você –  Quanto mais o tempo passa, mais eu me desiludo de que um dia você vai chegar aqui, com um buque de flores e me pedir desculpas. Talvez eu deva virar escritora, pois eu sou tão iludida, a ponto de criar história e roteiros que jamais irão existir. Tudo ficção, é disso que eu vivo.

Uma semana sem você

Quase acabei com a minha vida. Fiquei com a cabeça doendo, de tanto pensar em você e em tudo o que você me fez. Por não conseguir parar de pensar em você, querer te esquecer, te tirar da minha vida, mas eu não consigo, tá difícil e tudo isso porque eu te amo. Pra que eu fui te amar? Por que eu me entreguei assim neste “amor’? Pior de tudo, foi no final ouvir um eu não eu te amo e perceber que fui TRAÍDA. Traída, pela pessoa que eu jamais imaginaria na minha vida. O pior, é achar que foi tudo uma desculpa, uma maneira sua de querer sair deste relacionamento de pessoas super diferentes e toda a pressão que você sofria. Você mentiu demais para mim, eu me humilhei demais para você e eu juro, que não me importaria de ser traída, se você continuasse  comigo. Tudo isso, porque eu sou uma idiota que se apaixona por pessoas erradas e depois fica chorando que nem uma abestalhada. O pior é saber que nada quer sair de mim e ficar pensando em você. Pensar em você dói tanto, a ponto de eu pensar em acabar com a minha própria vida, na esperança de sofrer menos. Mas existem pessoas que merecem a minha sobrevivência e você não é uma delas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s