Publicado em Crônicas, Textos

A solidão embaixo do meu nariz

Fiquei tanto tempo distraída  ser fazer nada e preocupada com besteiras, enquanto isto, a pessoa que mais me ajudou e me ama estava apenas sozinha na sala a espera de alguém para conversar. Está não é a primeira vez que acontece e todas as vezes que isto acontece eu me culpo por não estar com a senhora.

“Ela estava sentada na sala, assistindo deu a louca na branca de neve, pois não sabe mexer no dvd. Sentada no sofá, olhando os presentes que comprou para seus netos e solitária. Estava encostada coma  cabeça no sofá e olhando pra porta, a espera de alguém que pudesse conversar com ela. Seu companheiro de conversas, não viria hoje e então ela ficaria sem ninguém para conversar. Mas como? Ela tem com quem conversar e está bem acima do nariz dela.”

Dói meu coração deixar a minha avó na sala sozinha sem ter ninguém para conversar. Que dó seria, ter gente em sua casa, mas você ficar na sala como se fosse um objeto esquecido. Logo a minha vó que ama conversar, eu a deixei sozinha olhando para o nada e eu lá em cima no maior tédio.

Me sinto uma inútil por isto e sempre vou me culpar quando isto acontecer. Minha vó não merece ficar em casa, sozinha e sem ninguém que lhe dê atenção. Ao contrário de muitas pessoas da idade dela, ela é sadia e cheia de vida. Foi gratificante ver o sorriso e a felicidade dela, quando eu desci e puxei assunto, mas eu deveria ter feito isto há horas atrás, antes de deixá-la só.

Vó, eu prometo que nunca mais vou deixar a senhora sozinha como se ninguém se importasse com a senhora, pois eu me importo porque eu te amo muito. A senhora é um tesouro na minha vida e todo tesouro, merece ser tratado com todo carinho do mundo.

As vezes a gente reclama que está só, mas não olha pros lados, cima, baixo e percebe que tem alguém em sua casa e que nunca te deixou sozinho quando você se sentiu só. Existe  alguém que mora com você e este alguém não é seu computador, pois sua vida não gira através dele e sim das pessoas que convive com você. Tire um tempo do seu dia pra conversar com quem vive embaixo do mesmo teto que você e saia do tédio. Pois as vezes, alguém em sua casa se sente sozinho e você nem percebe.

Anúncios

2 comentários em “A solidão embaixo do meu nariz

  1. Gente, que coisa mais linda, quase chorei aqui. Aqui na minha casa todo mundo é só, devido a esse problema mesmo do computador, por vezes me sinto culpada tbm por umas atitudes minhas, e é nessa hora que eu sei que necessito sempre rever meus conceitos por que a família da gente é o nosso maior tesouro.

    Beijão, Sabrina. (www.spiderwebs.com.br) ♥

    1. Eu sou muito observadora, não só em relação as pessoas e sim em relação a mim mesma. Obrigado pelos seus comentários maravilhosos, beijão miss ❤

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s